terça-feira, 26 de maio de 2009

ANJO PÁLIDO


Title: Solitary Angel, by Sulamith Wulfing. http://www.artsycraftsy.com/wulfing/solitary_angel.html


Oh! Lindo anjo deitado sobre a neve
Como teu corpo fraco e macilento
E tua boca pura, santa e leve
Excitam-me causando bom tormento!


Os tons frios da pele pura e pálida...
Os olhos: dois sublimes cemitérios...
A boca, a boca: Arcádia rubra e cálida!
Quero-vos, lábios ígneos, maus e etéreos


Ó nimbus, ó dragão, ó Nosferatu,
Ó mago, ó lacrimal anjo caído,
Ó humano, ó cavaleiro, ó cândida arte,


Ó Zeus, ó mártir, ó nimbus perdido,
Ó gárgula, ó meu nimbus inexato,
Quero amar- te, beijar-te e exorcismar-te!




GRUPO RASCUNHOS POÉTICOS http://rascunhospoeticos.blogspot.com/.


BLOG POESIA RETRÔ, A POESIA DE SEMPRE

http://poesiaretroapoesiadesempre.blogspot.com/

Um comentário:

Denise Severgnini disse...

Que soneto encantador!A leitura fez voar-me a outros tempos...digamos bem retro mesmo...parabéns...bjs de