segunda-feira, 29 de junho de 2009

Indriso Retrô


Auto- retrato de Eliseu Visconti


INDRISO RETRÔ

Eis aqui meu amigo fermoso
o qual trago no peito, de forma incondicional.
Outra cousa não penso, nem ouso.

Alembro da voz, dos trejeitos, dos traços,
e em meio a tudo, seus abraços.
Embora feo, o amo.

Üa coisa peço, não nego, de forma contumaz.

Que dele eu não me esqueça, jamais.

CLÁUDIA BANEGAS
http://recantodasletras.uol.com.br/autores/claudiabanegas

2 comentários:

Donzela Caçadora disse...

Jovem Mestra Cláudia, quando, quando, quando poderemos ler mais dos teus trabalhos aqui? Lindo, Lindo, Lindo!

Edir Pina de Barros disse...

Muito bom este teu indriso