terça-feira, 4 de agosto de 2009

DORMINDO


DORMINDO

Durma! Não faz frio e nem quente. Só morno!
Imagina o quão suave é a tua cama
Enquanto eu contemplo teu forte contorno
E em mim brilha terna e escuríssima flama

Sonha! Tu és lânguida pérola e adorno
Da noite bonita que tanto te chama
A um sonho perfeito sem dor ou transtorno
Pois tal como eu a fúlgida noite bem te ama

Raia a aurora augusta e nunca em desadorno
Que p'ra ti um soneto sublime declama
Surgindo o Sol Rei em fulgor de pleno forno

Durma e sonha, pois o Sol já se embalsama
E a lua planeja o próximo retorno
Durma minha pérola, lânguida dama!



Rommel Werneck

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/rommelwerneck



Soneto no I E-BOOK POESIA RETRÔ
PDF Baixe o material aqui...
http://recantodasletras.uol.com.br/e-livros/1686286


BLOG POESIA SACRA
http://poesiasacra.blogspot.com/

Nenhum comentário: