terça-feira, 15 de setembro de 2009

VÓS SOIS OLHAR





Vosso olhar, esse mar, eterno navegar...




Olhar de águas cristalinas


Redemoinhos de paixão


Na areia clara das meninas


Tem mil castelos de ilusão.






Vós sois azul, um céu azul,


um vento Norte e outro Sul...


Em brisa leve ou ventania


O vosso olhar arrasta o chão.


Em dia quente ou noite fria,


Facho de luz na escuridão






Sois o olhar da nossa terra, encobre a serra...


Em campo fértil ou no sertão,


É caatinga ou alecrim.



ME MORTE

Nenhum comentário: