domingo, 22 de novembro de 2009

Entre o Sagrado e o Profano

O sagrado, santo e insano
Amor com o qual te amo
Te coloca em um altar

Mas meu coração profano
Obcecado, obsceno, mundano
Busca ainda se aventurar

Entre o céu e o inferno
Da primavera ao inverno
Busco recomeçar

Assassino pensamentos castos
Diante de um terreno vasto
Derrubo teu pedestal

Venha teu amor me envolver
Torne-me tua, me dê prazer
Livre-me de todo o mal
(Cláudia Banegas)

sábado, 21 de novembro de 2009

CAJADO

Estive afastado da internet por um problema no discador, mas já retornei...





CAJADO




Até agora, foste meu grande parceiro
Nas vidas de nossa excelsa trajetória.
E nas aventuras vivas da memória
Mereceste o título de cavalheiro

Sim! Sobrevivemos ao desfiladeiro
E ao pico do monte chegamos com glória
Do alto, contemplamos nossa bela história:
Os passos que demos pelo mundo inteiro



De minha presença a vida já reclama
Prostro-me diante de Deus para orar
E dizer, cajado, que te amo, meu amigo

Se te segurar, às vezes, não consigo
Perdoa-me, minh' alma morta te clama
Eu já não consigo mais me suportar.

Rommel Werneck




Beijos e abraços.