domingo, 21 de fevereiro de 2010

REFEIÇÃO - SONETO A QUATRO MÃOS!



Hendecassílabo com acentos nas 5ª, 7ª e 11ª sílabas


Café: passarinho belo da manhã!
Sabor agradável, sempre me desperta.
Leite quente, ferro forte do amanhã
Ao raiar o dia, bebo a dose certa.

Arroz: divinal manjar, comida irmã
Feijão é seu par maior, saúde oferta!
Chá das cinco, sacra tarde no divã
Geléia sobre a torrada, à luz incerta.



E chega a suprema noite, hora feliz!
Momento de um novo encontro, outra iguaria
Bebida sutil, champagne chafariz

Odores mais puros, quem os provaria?
Somente teu homem prova, imperatriz,
Teu beijo, o sabor mais forte do meu dia.



Nilza Azzi e Rommel Werneck

Um comentário:

Rommel Werneck disse...

Adorei compor este soneto com vc, Bartira!