sexta-feira, 1 de outubro de 2010

MEU PRIMEIRO INDRISO COM AS "BÊNÇÃOS" DE ISIDRO ITURAT


As vaidades da vida humana. Harmen Steenwyck



BELEZA


Pétalas belas, pluma bem brilhante,
Brisa tu és, sublime bruma amante,
Que me bebe no abraço brutamente...


Braços abertos, brunos paraísos,
Pelas vagas dos beijos imprecisos,
Pelo bravo brasão palidamente...



Pétalas murcham, plumas caem tortas...


Braços flácidos ficam, brumas mortas... 



Rommel Werneck



Nenhum comentário: