quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

NOSSO LIVRINHO

 Escrevendo a postagem sobre nossa antologia.


No fim do ano passado, cogitamos a hipótese de realizar uma antologia. Tenho conversado com a editora Renata de Mattos, gráfica que faz parceria com a Literata. O negócio é o seguinte, precisamos montar um projeto de livro como se fosse um livro solo, apesar de ser coletivo.


Precisamos montar um projeto de livro (poesias, prefácio, biografias, índice etc) e enviar para sabermos o orçamento sem compromisso. Precisamos também estipular um número de páginas por autor, preferível o sistema de páginas do que textos já que alguns poemas são longos.

Se, por exemplo, eu quiser ficar com 10 páginas, o canto real que estou planejando ficará em duas páginas. Além das 10 páginas, uma pequena foto com biografia. Também seria necessário estipular a quantidade de livros que cada autor receberia etc

Quanto à organização ficaria a cargo de mim e do Gabriel. Penso que Gabriel poderia ajeitar a diagramação e eu cuidar do contato com a editora. Hilton faria o prefácio como já tínhamos combinado, caso aceite. A seleção de textos fica a cargo de cada escritor, embora, penso eu, queria legal termos uma diversidade, por exemplo: indrisos, sonetos, versos livres, ghazais etc e aí existem aqueles textos que sempre nos lembramos.

A questão é que para saber quanto sairia por autor, seria necessário realizar um piloto do livro. Caso a proposta editorial não agrade o grupo, podemos mudar de editora, caso assim prefiram.


30 comentários:

Edir Pina de Barros disse...

Penso que temos que ser positivos, desde já, em relação à proposta. Não será "nosso livrinho", mas o nosso livro! Será bom! Será belo!Esta é a nossa proposta, o nosso ponto de partida. Tem tudo para ser bom. Com poemas de Gabriel, Derek, Rommel - grandes poetas - só poderá ser bom. Desculpe, mas eu sou positiva. Gostaria que alguém - talvez o Hilton - escolhesse meus poemas. Aprecio o olhar crítico e externo. Tenho dificuldades em selecionar meus poemas. Isso não impede que os outros membros escolham os seus poemas. Penso que não é necessário foto - se não for muito boa - pode ficar desinteressante. Nos livros que organizei coloquei apenas umas dez linhas de referência de cada autor. Penso que pode ter ilustrações, mas que devem ser em preto e branco - gostos de rabiscos em nankin - pois não encarece o livro e sai com boa qualidade sempre. A policromia encarece muito o livro. As propostas de capa podem vir depois - uma capa bem estudada em preto e branco também barateia muito. Ter orelha encarece bastante. Por enquanto penso que somos eu, Rommel, Gabriel e Derek a participar. Penso que o livro deve ter 100 páginas - dez reservadas para folho de rosto, apresentação, biografias, etc - sobrando 90 para os textos.Seria legal se mais uma pessoa aderisse à proposta, ficando 18 páginas para cada um. Seria interessante ver se eles não fazem pequenas tiragens e, na medida em que sair, novas impressões sob encomenda como faz a CBJE. Rommel entre no site da Câmara Brasileira de Jovens Escritores. Gosto do sistema e tenho participação em antologias deles. A qualidade é boa e sai razoável o preço.É um caminho. Desculpe. Mas sou pragmática.

Lord Rommel Werneck disse...

Realmente, eu acho orelha ruim....

Lord Rommel Werneck disse...

Quem mais se interessa....

Lord Rommel Werneck disse...

Textos da Edir que gosto muito:


- Sombra Errante (meu favorito)

Gosto muito do fato de que os quartetos não estão em 1a pessoa, mas no fim do texto, aparece. Esta gradação rápida me fascina também. É um recurso que também utilizo.

http://poesiaretro.blogspot.com/2009/10/sombra-errante.html


- Soneto Indianista (II)

Gosto muito!

http://poesiaretro.blogspot.com/2010/12/soneto-indianista-ii.html

- Lacrimosa

É um soneto inglês! Utilizar ajuda na diversidade.

http://poesiaretro.blogspot.com/2010/11/lacrimosa.html


- Conquista da América

Por apresentar temática social, é um exemplo de texto social sem panfletarismo

http://poesiaretro.blogspot.com/2010/11/conquista-da-america.html


- POESIA

http://poesiaretro.blogspot.com/2009/08/poesia-oh-tu-que-vens-de-longe-pes.html

- OCIDENTE E ORIENTE

http://poesiaretro.blogspot.com/2009/08/ociente-e-oriente.html

Enfim, também gosto muito do "Grafismo Indígena" (não sei se é este o título. Também do sonetilho "Ide, jovens, co'as sementes". Os poemas de nosso I E-book são muito bons!

Derek Soares Castro disse...

Eu estou muito interessado, adorei a idéia da capa em preto e branco, e também penso eu que nossas obras são todas dum lado mais triste, concordo plenamente com todas palavras da Edir. E quanto a fotos, acho que deve conter uma foto de cada autor no início do livro, com biografia etc. E fotos com os poemas na minha opinião acho desnecessário, pois ocupará mais espaço. Até mais pessoal.

Derek Soares Castro disse...

Ah Edir! Por favor não deixe faltar os teus sonetos "Tardes Langorosas" e "Brumas d'Amor" são divinais!

Lord Rommel Werneck disse...

Também não julgo necessárias as ilustrações ao longo do livro, mas é um assunto a ser discutido.

A capa em PB é ótima

Derek Soares Castro disse...

Que bom que estamos "por enquanto" de acordo! :)

Edir Pina de Barros disse...

Estamos caminhando. Já tenho 10 poemas selecionados por voces e concordo. Acrescentaria o rondel Lágrimas outonais. Assim já se tem 11. Somemos e adelante! Estou feliz com o andamento.
Voces já escolheram os de vcs? Podemos ir montado o miolo para poder repassar ao Hilton para ele ir estudando a apresentação.A parte estética vai andando junto... soluções de capa pode vir depois. Basta especificar se vai ter orelha ou não, se é policromica ou não que já se pode ter uma idéia dos gastos.

Lord Rommel Werneck disse...

A escritora Cláudia Banegas lançará um libvro no qual eu fiz o prefácio e Isidro Iturat fez a apresentação. Observem: creio que seria bacana se tivermos um prefácio feito pelo nosso leitor Hilton sobre como foi para ele como leitor ter contato conosco; e uma apresentação redigida pelo Rübinger talvez explicando a proposta de nosso grupo etc

Rondel, indriso, várias formas serão úteis.

Lord Rommel Werneck disse...

Quanto ao Gabriel, sou fanático pelo soneto neobarroco "Rosa de Sangue", sua primeira publicação no blog, no entanto, a versão publicada em março de 2009 diverge da versãon atual, o nosso poeta revisou e melhorou o texto!

Também aprecio o "Canto Real de Prata e Ouro" pela maestria numa forma fixa longa e difícil de reger.

Os sonetos "O Despertar do Anjo", "O acender da pira" (este bem Parnaso), Infinita est Velocitas temporis e "Que frio!"

Derek Soares Castro disse...

Já escolhi alguns meus, não sei quantas páginas vão ser por autor, escolhi sonetos como "Divinal", "Exéquias d'Aurora", "As Tuas Mãos" "Lenços Orvalhados" e o "Arquitetura", todos se encontram no meu Recanto das Letras, para quem quiser ler e dar uma opinião, estou acompanhando o andamento aqui.

Lord Rommel Werneck disse...

Páginas: depende de quantos autores tivermos


Quantos aos meus, eu pensei nos indrisos "Pleno de Esplendor", "Beleza" e "Nix" (inédito)

Também nos sonetos "Pálido Pecado", "Demônio Angelical", "Antes, Agora e Sempre" e algum inédito.


Planejo compor textos exclusivamente para este trabalho em outras formas fixas como a terza rima e o canto real.

Hilton Valeriano disse...

Fico muito feliz em saber que grandes poetas como vocês estão entrando em acordo para esse lançamento que será (concordo com a Edir) um marco do neo-romatismo! Edir, faço uma seleção de seus sonetos com muito prazer. E depois você acrescenta o que quiser, afinal as maravilhas são suas. Em breve lhe mando. Um abraço.

Derek Soares Castro disse...

Rommel, não deixe faltar teu Soneto "Anjo Morto", pois achei belíssimo!

Lord Rommel Werneck disse...

Tem tb o "Soneto" (Os braços azuis, calmos e serenos) que foi meu primeiro após o bloqueio....

Edir Pina de Barros disse...

O Hilton acaba de repassar-me a seleção que fez de meus textos: 18 sonetos. Gostei muito da seleção e pretendo respeita -la, mantê-la. É saudável esse olhar refinado e externo que eu tanto gosto! Quem os receberá? Mandarei para Rommel, via e-mail. São eles: Nostalgia, Sonhos meus,O Eremita, Arrebol, Crepuscular, Jardins secretos, Morrem os sonhos, Sombra errante,Ciclos (IV), Diálogo inútil, Fascinação, Lacrimosa, (Plangente, Plangente (II),Quisera, Sombria, Tristura, Sem disfarce. Se for para incluir mais um, escolho Tardes Langorosas.

Vamos reunir nossos poemas e começar a fazer o boneco?

Lord Rommel Werneck disse...

Basta me enviar uma seleção de textos. Quanto à quantidade, podemos diminuir ou aumentar depois.

Edir Pina de Barros disse...

Enviei para o seu e-mail.

Derek Soares Castro disse...

Hoje pela noite te envio Rommel, e digo para a Edir que não deixe faltar o "Tardes Langorosas" por favor.

Lord Rommel Werneck disse...

Recebi, Edir.

Basta enviar para principedark_alvaresdeazevedo@yahoo.com.br

Edir Pina de Barros disse...

E aí? Todos já selecionaram seus poemas? Já estão todos reunidos para fazer uma boneca?

Lord Rommel Werneck disse...

Vou enviar meus poemas para o Gabriel hj. Atrasou tudo um pouco pq esta semana estive ocupado com uma situação profissional.

Geleiras disse...

Bom, devido à minha parca participação no blog não sei se eu poderia participar, mas bem, eu gostaria. Se lhes convier é claro. Por fora disso, eu posso sugerir-lhes o demônio negro, selo de uma editora em que eles trabalham em processo semi-artesanal de livros para públicos que não se enquadram no perfil atual de mercado. Trabalhando em tiragens curtas e por pedidos de livrarias.
Eu pessoalmente acho um trabalho bonito, concordo com as sugestões da Edir Pina de Barros, seria interessante imitar o formato das publicações mais antigas. Capas simples com ornatos, o mínimo de informação. Poderíamos se inspirar publicações de alguns simbolistas, por exemplo nas de Cruz e Sousa que são bem simples e bonitas. Outra opção é iluminuras em nanquim nas poesias, talvez encareça mas funciona como atrativo, ultimamente os livros de poesia estão com uma estética opaca, pelo menos os lançamentos recentes ao qual eu tive contato, e bem, um formato pequeno, de bolso ou próximo também é interessante.
O livro que pretendo publicar vai ser em um papel azul esverdeado com iluminuras em preto, poesias com títulos ornamentados, as iluminuras iam variar em quatro tipos, uma paisagem urbana, uma com motivos silvestres, outra com temática infantil e por fim algo mais sombrio, sugerindo arvores secas e tal. Teria cerca de 60 textos divididos em quatro partes mais um prefácio, índice e essas coisas. Capa preta fosca com o azul esverdeado com o título e o mínimo de informações, possivelmente um ornato na parte central inferior da capa, e sem orelhas.
É mais uma opinião referente ao gosto pessoal e na ideia de mercado que tenho(que pode ser meio distorcida aliás).

Lord Rommel Werneck disse...

O livro ficará rico com as formas fixas francesas!

Febo Vitoriano disse...

Gabriel tinha falado para esperarmos um pouco para ver se mais alguém se interessasse... Aliás, por falar nesse assunto, alguém vai fazer 17 anos esses dias

André L. R. Cândido - Cretchu disse...

Meus caros, se ainda tiver o projeto, eu me interesso em participar.

Febo Vitoriano disse...

Sim. Pode enviar uma pequena seleção de textos para o e-mail do rapazito que hj faz 17 anos!

gabriel.rubinger@hotmail.com

Carlos disse...

Olá!

Sei que estou totalmente desaparecido do blog a éons, mas venho aqui manifestar meu interesse em participar do livro também. Sobre edição e afins, não tenho muito critério para escolher, acho que algo simples e sóbrio, porém condizente com a atmosfera dos poemas, é o ideal. Nada de muitas imagens, isso diminuiria o espaço para os textos, que é o mais importante, rs.

Vou pensar aqui numa seleção de poemas da minha parte. Quantos, uns 10? Assim que tiver algo definido, entro em contato com o Rommel e/ou o Gabriel.

Edir Pina de Barros disse...

O número de poemas dependerá do número de participantes...Ótimo, que venham mais poetas! Assim poderemos selecionar o melhor de cada um.