sexta-feira, 17 de junho de 2011



"Varo o tempo em corcel mui arfante
e da morte eu declino o convite
embebendo esse ar que respiro
co'essa dança escondida das horas"!

Ronaldo Rhusso

Um comentário:

Leka disse...

Gostei do trecho!
Imaginei a cena enquanto lia...
bjs, paz e bom final de semana!