quarta-feira, 2 de novembro de 2011

NUNCA MAIS DESPERTAR!






NUNCA MAIS DESPERTAR!




Oh! Volta, volta, meu sublime sonho!
Quero ficar somente aqui dormindo
Contemplando meu anjo puro e lindo
No momento mais lânguido e risonho!


Este êxtase perfeito, um gosto infindo...
Perdê-lo? Não, eu não quero, eu me oponho!
Eu bem sei que o momento mais medonho
É levantar ao Sol sobressaindo.


Eu descobri que a vida quer me ver,
Mostrar sua verdade só de dor
E a angélica criança me esconder...

Eu prefiro os meus sonhos ao luar!
E se for p’ra deixar o doce amor,
Então, nunca mais, não mais despertar!


Rommel  Werneck

Enviado por Rommel Werneck em 02/11/2011
Código do texto: T3312149 




Leia minha estreia na prosa no blog Goticus Eternus! 
Deixem comentários em meu conto


Nenhum comentário: