sábado, 9 de junho de 2012

LUA EM CHAMAS







"Com sua perícia , estendeu em volta uma pele de boi
colocou dois braços , por cima ajustando uma trave,
e estendeu sete afinadas cordas de tripas de ovelhas.
Depois que fabricou , diligente , o amável brinquedo."

(Trecho do hino homérico a Hermes , o primeiro registro da construção da antiga lira grega.)

-I-

Uma jovem virgem sem ser pálida
No balcão de atender me "confessava"*
Uma depressão intermitente a assolava
Solavam as moiras sua corda ... rábidas.

*Por isto me pedia cancelamento.

A desgraça do depressivo em vida
Camaradas , é ser bom com piadas
Na terra ter batalhas de umas Iliadas
E flertar sempre com o Lethe , o nada.

(nem olhar pra trás , pra Musa , gris Orfeu)

Querendo não romantismo , realismo
De seu fado compadeço Ó guapa
E trazer para os tristes meu sarcasmo e

(Perdoem-me pois a torpe digressão
Ter feito como Hefesto uma arte coxa
Donzela não tenha como agressão)

Pros alegres pessimismo só topa
Meu daimon , não a chamo ao parasitismo
Pois terminariamos em treva , em tapa.

( Queria eu ter nascido mulher , não é doxa,
Anima! fazem mais do que a razão
As mulheres com a divina Coxa)


Do recepcionista davi entre Golias e Livingstone de medusas.